Comunicado Internacionalista Conjunto de apoio à CUP

22/8/2017

 

 

COM A CATALUNHA E O SEU DIREITO INALIENÁVEL À INDEPENDÊNCIA NACIONAL


NEM TERRORISMO YIHADISTA, NEM TERRORISMO IMPERIALISTA

 

Após o ataque terrorista que sufriu a Catalunha estes passados dias, as organizaçons abaixo assinantes queremos exprimir:

 

O nosso total rejeitamento e indignaçom contra o ataque e ao mesmo tempo, a nossa mais profunda solidariedade com todas as vítimas e com o Povo da Catalunha, quem deu umha resposta exemplar de firmeza perante esta terrível agressom.

 

A organizaçom terrorista Daesh, quem tem reivindicado o ataque, nom representa nem aos musulmanos nem aos povos do Médio Oriente, nem a nengum povo do mundo. O Daesh é um exército mercenário criado, financiado e armado polas potências imperialistas e os seus Estados aliados do Golfo Pérsico com o fim de desestabilizar países como o Iraque e a Síria, servindo portanto aos seus interesses geoestratégicos na regiom: destruir qualquer movimento de oposiçom e resistência aos seus planos de controlo e apropriaçom de recursos energéticos e minerais, à colonizaçom de Estados soberanos e à destruçom maciça de povos inteiros.

O fenómeno do terrorismo yihadista alimenta-se da crise capitalista a nível mundial. A pobreza, a marginalizaçom e a exclusom social som o perfeito caldo de cultivo para o desenvolvimento do integrismo religioso e o fascismo.

 

Rejeitamos qualquer tentativa do Estado espanhol -aliado do imperialismo e amigo dos Estados diretamente implicados na origem do Daesh- em utilizar estes terríveis atentados para cercenar a vontade maioritaria do pueblo catalám favorável à independência nacional, para militarizar as nossas sociedades e atacar as já de por si raquíticas liberdades e direitos democráticos com novas medidas de exceçom de caráter repressivo.

Condenamos igualmente qualquer tentativa de criminalizar à populaçom de origem árabe, magrebi ou musulmana, sinalando-as como culpáveis, argumento mui recurrido polas forças políticas e sociais reacionárias, quem aproveitam a dor das vítimas e o impacto social dos ataques para sementar a sementea do ódio racial e a xenofobia.

 

A melhor resposta ao fascismo é a mobilizaçom e unidade obreira e popular. É necessário desmascarar às forças do regime postfranquista interessadas em alimentar estes cenários de caos para disciplinar e confundir os nossos respetivos povos trabalhadores e reforçar o seu projeto assimilacionista.

O terrorismo yihadista é umha peça mais do terrorismo imperialista, dos planos colonialistas e expansionistas emanados da guerra global contra os Povos cenificada no ignominioso acordo selado em 2003 nas ilhas Açores.

O terrorismo yihadista combate-se cortando qualquer laço com os Estados que o alimentam, impedindo a venda de armas e as relaçons comerciais com esses Estados tam bem relacionados com a coroa espanhola, abandonando a OTAN e todos aqueles organismos e acordos internacionais de caráter imperialista, e avançando na libertaçom dos nossos respetivos povos.

 

É também essencial combate-lo desde o apoio decidido à aliança antiterrorista do eixo da resistência que hoje está combatendo o Daesh sobre o terreno. Desde o Líbano, a Síria e o Iraque, o inimigo ve-se acurralado e aleteia o seu desespero sobre o Povo da Catalunha. A sua derrota está perto.

 

A solidariedade entre os Povos, a luita pola rutura com o regime do 78 para configurar sociedades sem exploraçom nem opressom, e a defesa intransigente à liberdade das naçons oprimidas, é a melhor arma contra a barbárie do imperialismo e o seu frankestein, o terrorismo yihadista.

 

As organizaçons abaixo assinantes, promotoras do Manifiesto Internacionalista de Compostela, queremos manifestar a nossa solidariedade e apoio à CUP pola sua coerente linha política em defesa do povo trabalhador da Catalunha, concretizada na sua firme oposiçom a participar nos falsos consensos e políticas de conciliaçom promovidas polo regime, por desmascarar à OTAN e ao imperialismo como promotores do terrorismo yihadista, por denunciar taxativamente a tentativa de apropriaçom e manipulaçom dos sentimentos do povo trabalhador catalám pola monarquía bourbónica.

 

Nom ao fascismo do Daesh!


Nom ao imperialismo!


Viva Catalunha livre!


Pola independência dos povos e um mundo socialista!

 

21 de agosto de 2017

 

AGORA GALIZA [Galiza]


BOLTXE [País Basco]


COMUNISTAS DE CASTILLA [Castela]


INICIATIVA COMUNISTA [Estado espanhol]


NACIÓN ANDALUZA [Andaluzia]


PLATAFORMA LABORAL E POPULAR [Portugal]

Partilhe no Facebook
Partilhe no Twitter
Partilhe no Linkedin
Please reload