O PS faz gáudio das suas políticas de recapitalização da burguesia à custa das contribuições fiscais dos trabalhadores

23/1/2017

 

 

Parecem existir dois orçamentos de Estado; um para os trabalhadores e as camadas populares pobres, que não permite financiar de forma suficiente as conquistas sociais - SNS e Escola Pública - e torná-las gratuitas, nem elevar as pensões e os salários e outro para o patronato, que disponibiliza milhares de milhões de euros para as suas actividades de exploração da força de trabalho.

É esta a política de classe do PS.

A PLP reforça que, ao contrário dos partidos da esquerda reformista do quadro parlamentar, não dispensará qualquer apoio ao governo Costa e continuará a defender a luta organizada dos trabalhadores em torno das suas reivindicações, como caminho para a elevação da sua consciência de classe e recuperação dos seus direitos e salários.

Partilhe no Facebook
Partilhe no Twitter
Partilhe no Linkedin
Please reload