Crédito malparado subiu em agosto com incumprimento de empresas

7/11/2016

 

A "recapitalização" da CGD (que a esquerda parlamentar exige com urgência) para além de recapitalizar as empresas, ou seja, a classe capitalista, vai servir também para pagar ordenados pornográficos e indeminizações a milhares de trabalhadores que se pretende despedir e ainda terá, segundo a tendência, as seguintes consequências:

Com a nova recapitalização e a manter-se a crise de sobreprodução, que está na origem da crise económica, a tendência será para o incumprimento por parte das empresas e para o acréscimo do "mal parado" que as instituições de crédito, pela via do Banco de Portugal, BCE, FMI e Comissão UE irão obrigar o governo a assumir e, como até aqui, obrigar a que sejam os contribuintes trabalhadores a pagar a factura.

Partilhe no Facebook
Partilhe no Twitter
Partilhe no Linkedin
Please reload