Vendas agressivas, pressão e contratos de um dia. O lado negro dos "call centers"

4/11/2016

 

A Plataforma Laboral e Popular manifesta todo o seu apoio à luta dos trabalhadores de call center e apela à sua unidade em torno da defesa dos seus direitos e interesses, assim como sublinha a necessidade de os trabalhadores se sindicalizarem, elegerem delegados e formarem comissões nos locais de trabalho.

 

Notícia in Rádio Renascença 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Partilhe no Facebook
Partilhe no Twitter
Partilhe no Linkedin
Please reload